Category: Uncategorized


DESAPEGO

Na estrada da vida, ao encontrar alguém, por mais agradável que seja sua companhia, é preciso consentir que talvez sua caminhada tenha sido árdua nessa estrada. E assim, é preciso parar um pouco para tirar as sandálias, e descansar. Por mais que queiramos que caminhem conosco, se faz necessário respeitar a escolha de cada um. Continue lendo

NAS ASAS DO XAMÃ

Nas asas do Xamã vou voando rumo ao infinito;

Sou vento, sou poeira;

Sou estrada, sou corredeira;

Continue lendo

Vestido véu da vela que veste a luz de um novo limiar;

Corpo que na terra apodrece libertando-se do pesar; Continue lendo

LUA EM ESCORPIÃO

Emocionalmente intensa e possessiva. Radical, Perspicaz, compulsiva, reservada, ressentida e ciumenta, a Lua em Escorpião tem capacidade para se transformar, mas teme a rejeição e o abandono. Se fecha como uma ostra.
Continue lendo

Utilizando ‘minicérebros’, grupo de pesquisadores de várias instituições mostrou que o DMT – presente no LSD, MDMA e ayahuasca – modifica cerca de mil proteínas no tecido neural, produzindo efeitos antidepressivos e anti-inflamatórios

Continue lendo

http://www.neip.info/downloads/rafael/tese_rafa.pdf

 

Entrevista | Os efeitos antidepressivos instantâneos da ayahuasca

How ayahuasca, an ancient Amazonian hallucinogenic brew, became the latest trend in Brooklyn and Silicon Valley.

Continue lendo

FOLHA ONLINE – 19/11/2008
USP testa “chá do Santo Daime” contra depressão
fonte: folha.uol

O “chá do Santo Daime”, originário da Amazônia e empregado em rituais religiosos, tornou-se a base de uma pesquisa inédita bem-sucedida da USP (Universidade de São Paulo) de Ribeirão Preto para tratar pacientes com depressão. Continue lendo

por: Marcelo Bolshaw Gomes [1]

JUSTIFICATIVA

O N,N-DMT ou N,N-dimethyltryptamine (C12H16N2), o alcalóide psicoativo existente na “bebidas mágicas brasileiras” (Ayahuasca e Jurema), deve se tornar no principal antidepressivo deste século, indicado para processos terapêuticos de mudança de hábitos, principalmente em tratamentos de dependência química, Continue lendo