Sapo – PURIFICAÇÃO Cante, Sapo, cante! Chame as chuvas Expulse a seca Purifique a Terra Traga novamente a fartura. O Sapo canta a canção da chuva que limpa os campos e faz assentar a poeira da estrada. Situado ao Leste na Roda Mágica, o Sapo tem afinidade com a energia da água, ensinando-nos a louvar nossas lágrimas, pois estas purificam nossa alma. Todos os rituais e as invocações envolvendo o uso da água pertencem ao Sapo. À água purifica nosso corpo, preparando-o para as cerimônias sagradas ao nos colocar em conexão com a pureza primordial intra-uterina. Assim como ocorre conosco, que vivemos primeiro no meio líquido do útero, o Sapo também só aprende a saltar e a mover-se em terra firme depois de passar o primeiro estágio de sua vida no mundo da fluidez – a água. À passagem para a idade adulta concede ao Sapo o poder de invocar as águas do céu – a chuva -, pois como ele conhece bem a água, é capaz de cantar a canção que chama a chuva para a Terra. Quando os rios e os lagos estão secos, o Sapo invoca os Seres-Trovão para enchê-los de água. Devemos aprender com o Sapo a discernir quando é chegado o momento de purificar, refrescar e encher os reservatórios de nossas almas. Se o Sapo saltou para suas cartas hoje, isto pode significar que você necessita de uma boa limpeza mental. Examine imparcialmente seu estado atual e verifique se não se sente compelido a usar os seguintes termos para descrevê-lo: estressado, sobrecarregado, frustrado, revoltado, nervoso, explosivo, culpado, vazio, desamparado, perdido ou enfraquecido. Se isto ocorrer, dê uma paradinha e conceda-se o tempo necessário para purificar-se nas águas da energia do Sapo. Saiba dizer chega, para ser capaz de recuperar seu fôlego e suas forças. Tire o telefone do gancho, coloque uma boa música e tome um longo e relaxante banho de banheira… Elimine assim todo e qualquer resquício da lama que o esta paralisando, purificando-se com a límpida energia da água. Somente desta forma você poderá hidratar de novo seu corpo, sua mente e seu espírito, atualmente tão ressequidos. Uma das habilidades do totem do Sapo é a capacidade de levar apoio e energia aonde quer que se faça necessário. Uma pessoa deste totem é capaz de purificar qualquer ambiente malsão, razão pela qual muitos dos médiuns e dos videntes que efetuam trabalhos de limpeza em casas “mal-assombradas” trabalham com a magia do Sapo ou são membros de seu totem. Pela mesma razão, muitos videntes costumam molhar suas mãos com água quando empreendem suas jornadas nas outras esferas da realidade, em virtude da natureza supercondutora deste elemento. Nas práticas xamanísticas dos maias e dos astecas, o xamã costumava encher sua boca de água, cuspindo-a então sobre determinados pontos do corpo do paciente para expulsar assim a energia negativa neles concentrada. Ao fazer isto, o xamã mantinha de forma firme no pensamento a imagensm do Sapo, no intuito de viabilizar a cura e o imediato preenchimento do corpo do paciente com energia positiva. Algumas vezes, Sapos secos ou empalhados eram empregados para proteger o corpo do paciente durante o ritual de cura. A canção da chuva cantada pelo Sapo nos traz mensagens de renascimento e harmonia, sendo que o tom grave do coaxar desses animais é interpretado como um chamado para os Seres-Trovão – o relâmpago, o trovão e a chuva. Ao coaxar, o Sapo coloca seu coração em sintoma com o Pai Céu, solicitando-lhe diretamente as dádivas desejadas. Invoque a magia do Sapo e encontre a paz ao conceder a si mesmo um período de descanso durante o qual você deve evitar qualquer pessoa, qualquer coisa e qualquer lugar que não contribuam para a manutenção de sua serenidade e de seu recém-conquistado estado de harmonia.zika