As luzes da cidade;
Não me tiram do escuro;
O fel da noite me invade;
Deixando-me inseguro;

Filho, mais uma vez eu lhe direi;
Se estás cansando, vinde a mim e o aliviarei;
Não se sinta por ninguém humilhado;
Acredite que estou ao seu lado;

Estou com você pra onde for;
Olha eu aqui, bem dentro de ti.