Sol da primavera;
Tu voltastes a viver;
Três Marias, um anjo espera;
Para anunciar o teu renascer;

A pedra rolou;
Ninguém a tocou;
O sepulcro se abriu;
E ele partiu;
Com passos firmes, poderoso e sereno;
À Galileia segue adiante;
Em toda a parte, e a todo instante;
 Caminha conosco, até hoje,  o Nazareno.