Me deparei com esta palavra, em um grupo de discussão no Face.
Realmente, há muitas palavras que pensamos saber o signifcado, mas que, no fundo, demonstram quão raso nosso conhecimento.

Certa vez, uma namorada que tive, me perguntou se eu sabia o que era “resignação”. De pronto respondi que sim. Daí então, ela pediu para eu falar o que significava. Engasguei e disse:_ Não sei.
Da mesma forma, ao me deparar com a palavra “resiliência”, logo pensei: Ah, eu sei o que é. Em linhas gerais, eu a conheço.
Mas algo me cativou a estudar com um pouco mais de atenção essa palavra. Busquei na Wikipedia um conceito objetivo e direto sobre o assunto.
Serviu como um desafio para minha reflexão.
E nesse momento, estou tetando colocar a minha dor sobre esse contexto. Sob a moldura da resiliência, vejo de forma mais serena o quadro das ranhuras da vida.
E agora?
Peço à Grande Luz que conecte em mim uma energia capaz de reunir as forças necessárias para ter resiliência.
Mas uma coisa é certa. Sendo resiliente, compreenderei melhor meu semelhante. Pois empatia é um atributo da resiliência.
Esperança.
Enquanto a o farol da esperança estiver acesso, acredito que poderei encontrar em mim, um homem resiliente.