Me chamo Juvenal Galdêncio .
Venho de longe para lhe mostrar o caminho que nos conduz ao Pai.
Juvenal Galdêncio era um homem que queria demais enriquecer.
Constituí uma fortuna e tive tudo que um homem na Terra poderia querer. Apenas uma coisa me faltou:
Felicidade.
Sim, pois meu coração estava fechado para os sentidos que a vida tenta nos mostrar.
Por ora, certifico que o ouro e a prata nada valem onde estou. Os valores aqui são outros.
Não desperdicem o tempo de vocês tentando enriquecer, pois não vale a pena.
Ter uma mesa farta, comida para seus filhos e algum conforto é diferente de deixar a ganância e a cobiça lhes cegar. Não percam tempo com isso.
Um sorriso e um abraço de uma criança que recebe seu pai ao final de um expediente não custa um centavo sequer.