O homem não é um cidadão do planeta Terra apenas, mas também do sistema solar, portanto obedece às leis da Terra e do Sol. A astrologia traduz essa relação existente entre os membros do sistema solar e nossa vida na Terra, o centro da perspectiva do nosso horóscopo. A palavra planeta vem do grego “planetes” que significa “andarilho”. Os planetas são portanto os andarilhos do céu que se movem e interagem pelos signos do zodíaco. A partir de suas posições no espaço celeste consideradas em relação à Terra, pode-se, por interpretação simbólica, compreender a natureza do homem. Os planetas representam assim as funções psicológicas da personalidade humana.
Em astrologia consideramos planetas os dez maiores corpos que compõe o sistema solar e aparentemente orbitam a Terra. Nessa astrologia geocêntrica mesmo sol e lua, uma estrela e um satélite, são comumente chamados de planetas.

No mapa natal Sol e Lua são os luminares e simbolizam as fontes da vida. Mercúrio, Vênus e Marte são os planetas pessoais e trazem nossas características individuais. Júpiter e Saturno são os planetas impessoais, responsáveis pelas nossas características sociais, ou seja, nosso papel em nosso grupo social . E finalmente Urano, Netuno e Plutão os transpessoais determinam as características de toda uma geração.

Vitalidade – Personalidade
Rege o signo de Leão
Ciclo: 365 dias
O Sol é, no centro do nosso sistema solar, um doador de vida, traz ordem ao caos, representa o centro da consciência, a nossa existência única em relação ao mundo. É o princípio da paternidade, integridade e autoridade. Mostra nosso potencial de crescimento, criatividade, vontade e decisão. É a necessidade inerente do indivíduo de atingir um centro de referência do valor pessoal e de se sentir apto a exercer controle sobre o meio. É portanto, a capacidade de controlar e integrar todos os outros elementos do mapa astral, ou seja, da personalidade como um todo.
Instinto – Reação – Emoção
Rege o signo de Câncer
Ciclo: cerca de 28 dias
A Lua como satélite da Terra, reflete a luz do sol, e as suas mudanças de fases ocorrem num ciclo regular correspondente ao ciclo menstrual da mulher, ligando-a assim ao conceito do feminino. Representa o princípio da maternidade, a necessidade de fecundar, gerar, nutrir e proteger. É a expressão da natureza feminina, receptiva, sensível e do emocional sujeito às mudanças de humores. Representa também, a partir de sua função receptiva, a memória, com sua capacidade de armazenar as impressões e estímulos do meio ambiente, bem como as imagens e os significados dos fatos passados. Nesse sentido, a Lua mostra nossas respostas emocionais, como reagimos inconscientemente por nossos padrões de hábitos antigos.
Leia também: Lua nos Signos
Comunicação física e mental
Rege os signos de Gêmeos e Virgem
Ciclo: cerca de 88 dias
Na mitologia Mercúrio é o mensageiro dos deuses. No sistema solar ele se situa entre o Sol e todos os outros planetas, é portanto, simbolicamente, o elo que liga o nosso Eu consciente tanto ao mundo interno como externo. Representa a necessidade do homem de estabelecer comunicação com o meio ambiente, para aprender, se adaptar, trocar e desenvolver sociabilidade. É a nossa capacidade de perceber, fazer associações mentais e classificar o conhecimento. Sendo assim o signo onde Mercúrio se posiciona no mapa astral mostra como nós nos comunicamos, pensamos e também a nossa capacidade de aprender com as experiências.
Leia também: Mercúrio Retrógrado
Harmonia – Valores – Prazer
Rege os signos de Touro e Libra
Ciclo: cerca de 224 dias
Curiosamente, em Vênus, um dia dura mais que um ano. Na mitologia Vênus é a deusa da beleza e do amor. Vista no céu é muito brilhante e atraente. O amor é essa poderosa energia de atração que se expressa na necessidade de união. À medida que aprendemos com as experiências, criamos os nossos valores pessoais a partir de escolhas que possam nos satisfazer plenamente. Escolher valores é exercer a energia magnética amorosa, pois para que haja satisfação dos nossos desejos, precisamos buscar a união com os objetos que nos permitem a nossa realização. Sendo assim, no mapa astral, Vênus representa o impulso para a realização do prazer, nossas escolhas e nossos valores. É a necessidade de estabelecer relacionamentos, de desenvolver a cooperação e de conviver com beleza e harmonia.
Iniciativa – Energia
Rege o signo de Áries
Ciclo: 687 dias
Na mitologia Marte é o deus da guerra. No céu é o “planeta vermelho” que nos lembra a força quente e ígnea da paixão que mobiliza a luta para a realização dos desejos. Representa no mapa astral o nosso guerreiro, a nossa capacidade de agir, o impulso para interferirmos no meio ambiente e enfrentarmos os desafios da vida. Mostra a nossa energia agressiva para a competição e defesa. É o impulso masculino da necessidade de afirmação e projeção da individualidade. É a necessidade de tomar iniciativas, conduzir ações, avançar, progredir, vencer obstáculo e conquistar nossa independência.
Leia também: O Planeta Marte
Expansão
Rege o signo de Sagitário
Ciclo: cerca de 12 anos
Maior planeta do sistema solar. No céu é magnânimo e magnífico. No mapa astral simboliza a consciência solar ampliando-se através dos relacionamentos sociais com seus princípios, costumes e ética. Representa a busca da compreensão da condição humana, o estabelecimento das leis, religiões e filosofia. É a necessidade humana de ordem, moralidade, justiça e saber. É o impulso da expansão para uma evolução espiritual. É a necessidade de romper limites e alcançar novos horizontes.
2

Limitação
Rege o signo de Capricórnio
Ciclo: cerca de 29 anos
Na mitologia é o deus do tempo, no mapa mostra nossa capacidade de perseverar nos desafios, amadurecer nossas metas e assumir nossas responsabilidades. Ao contrário de Júpiter, Saturno representa os princípios do limite e restrição. É a atitude prática e realista diante da vida. É a disciplina e o dever, o planejamento e a lógica. É o planeta da experiência, da cautela e da ambição.
Leia também: Saturno, o Senhor do Karma
e Saturno na Astrologia Kármica
Liberdade – Inusitado
Rege o signo de Aquário
Ciclo: 84 anos
Curiosamente, Urano se diferencia dos outros planetas por ter o eixo de rotação quase deitado em relação a sua órbita. Por isso se associa a tudo que é diferente e fora do comum. Urano representa a necessidade de se libertar dos condicionamentos sociais e quebrar os limites representados por Saturno. É o excêntrico, o revolucionário e o inventor dentro de nós. No mapa astral simboliza a intuição mental e a originalidade que nos lança para o futuro e impulsiona a promover as mudanças na vida. É a eletricidade e a tecnologia. Tem como função preservar a individualidade e a independência. É o despertar do sentimento humanitário e fraternal.
Leia também: Urano e a Libertação do Karma
2
Intuição – Lúdico
Rege o signo de Peixes
Ciclo: cerca de 169 anos
Enquanto Saturno representa a realidade, Netuno traz o sonho, a imaginação e a ilusão. É o desejo que temos de escapar dos problemas cotidianos e nos refugiarmos na fantasia. No mapa astral representa a sensibilidade que se manifesta na inspiração e na criação artística. É o instinto psíquico para percepção do mundo invisível que desperta a fé mística e a necessidade de se unir ao divino. Netuno é o solvente universal. Tem como função a transcendência do ego e a elevação do espírito humano para o sentimento de compaixão.
Transformação
Rege o signo de Escorpião
Ciclo: cerca de 247 anos
É o último planeta do sistema solar e tem a órbita mais excêntrica de todos. Na mitologia é o senhor das trevas. No mapa astral rege os instintos mais profundos do inconsciente. É a psicologia, a sexualidade e o fascínio pelos mistérios da vida. Mostra como lidamos com o poder, tanto nosso como o dos outros. É a persistência e a obstinação que levadas ao extremo trazem a compulsividade e a obsessão. Representa a nossa capacidade de transformar, regenerar e renascer.

http://www.astrologica.com.br/planetas.html