À Ogum (Ogum yê)
Sua proteção e sua benção pedimos para dar início aos trabalhos do dia de hoje.
Defenda-nos de toda e qualquer demanda, abrindo nossos caminhos, guiando-nos na direção da caridade.

À Oxum (Orayê yê ô)
Que a doçura de seu amor possa alimentar os corações aflitos.
Permita-nos, na leveza de sua vibração, doutrinar os espíritos carentes do mais sublime sentimento.
Ensina-nos a amar em nossa plenitude, a fim de jamais enrijecer nossos corações perante o próximo.

À Oxossi (Okê Arô)
Que tua flecha certeira nos traga a caça, luz do conhecimento Divino, revelando-nos, nas profundezas de suas matas, os mistérios de nossos amados guias espirituais.

À Xangô (Kaô Kabecile)
Fazei com que o espírito da justiça conduza nossos trabalhos.
Dai – nos a capacidade de sermos justos com nossos semelhantes, não confundindo justiça com vingança, nem paixão com amor.
Que sejamos juízes de nossas consciências e não queiramos julgar o próximo.

À Yemanjá (Odô Yá)
Querida mãe amorosa.
Proteja e ilumine nossa família espiritual. Pois vós, com seu amor de mãe pode nos ensinar a perdoar infinitamente.
Assim, um oceano de bondade teremos para navegar nas águas suaves do Supremo Mestre.
À Yansan (Eparrei)
Que o fogo Divino da lei e o raio luminoso da justiça nos sirvam como arma para nos proteger da mais perigosa maldade; a que existe dentro de nós mesmos.
Ensina-nos a ser amáveis com os espíritos sofredores e pacientes com os espíritos revoltados, a fim de que o veneno da revolta não assalte nossos corações.

À Nanã (Saluba Vovó)
Permita-nos colher de vosso bosque sagrado as flores do saber.
Que estas flores nos tragam o perfume da harmonia entre os encarnados e desencarnados.
Varre de nosso templo as folhas secas da intolerância, da inveja, da fofoca, regenerando, assim, a nossa casa espiritual.

À Obaluayê (Atotô)
Que vossa imensa sabedoria nos permita compreender a grandiosidade de suas virtudes. Assim, entenderemos que além de curar os males do corpo e da alma, vós sois capaz de nos amparar rumo à evolução Divina, transformando nosso suor em remédio para a caridade.

À Oxalá (Epa Babá)
Que sua irradiação universal penetre em nosso corpo, fazendo com que possamos sentir, de forma intensa, o contato com nossos guias espirituais que irão se manifestar neste momento.
Fazei com que eu me entregue por inteiro, exalando, do fundo de meu ser, a tua paz, a tua bondade, a tua misericórdia.
Permita-nos compreender que dentro deste recinto todo trabalho é importante e que não há nenhuma pessoa desinteressante.
Agradeço, desde já, por ser, neste momento, um instrumento de vossa paz.
Que tua força benigna se estenda a todos os guias e Orixás firmando tua luz Divina aqui neste chão.
Que assim seja!!!